Cães/Dogs

Como eu queria juntar a fotografia e minha afeição pelos cães, neste post irei mostrar o  trabalho do fotógrafo húngaro Oszkár Dániel Gáti.  Os cães mostram ter intimidade com a lente do fotógrafo e simplesmente parecem posar para a câmera:

Visite o 500px do fotógrafo aqui.

Anúncios

Entrevista com…

Luíza Henriques

Vamos dar uma olhada?O Tudo que se vê, vem destacar a sua primeira entrevista com a fotógrafa Luíza Henriques, estudante de publicidade, ela se diz apaixonada pelo que faz!

1. Como surgiu o interesse pela fotografia e o que ela significa para você?
Luíza Henriques: Então, quando eu era pequena já era apaixonada por fotografia, era doida para pegar a câmera e fotografar, e minha mãe sempre gostou de me fotografar, hoje eu acho que ela significa quem eu sou, e reflete muito alguns ideais meus.

2. Quais foram as dificuldades iniciais?
L.H: Inicialmente, foi o custo, e era raro as pessoas acreditarem que eu amava aquilo, e que era o que eu queria para minha vida, achavam (e alguns acham até hoje) que a minha profissão é para fotografar aniversários de primas, e tudo que eu faço não tem valor algum, por eu não ter tido experiência com algum retorno financeiro.

3. Como você define o seu estilo fotográfico?
L.H: Eu sou apaixonada pelos detalhes, eles me atraem demais, procuro por eles em qualquer foto. Mas sou apaixonada por iluminação, não sei se eu teria um estilo certo, acho que nessa área nem se pode ter muito disso, tem que ter uma cabeça muito aberta.

4. Qual foi a fotografia mais difícil de ser obtida?
L.H: Fotografar crianças, nossa, uma foto boa deles é algo praticamente impossível, ainda mais quando se tem uma bem hiperativa. 

5. Quais foram as pessoas (ou fotógrafos) que lhe deram apoio quando você começou?
L.H: Bom, meus pais sempre me apoiaram dê certa forma, a Juliana Scher, que me ajudou bastante na escolha da minha primeira câmera, acho que o Blazer é alguém que teve muita paciência com minhas perguntas iniciais também, o Well que sempre me deu ótimas ideias, acho que foram esses.

6. O que você pensa sobre o fotografia no Brasil?
L.H: Bom, a fotografia no Brasil nem sempre é valorizada, muitas pessoas ainda tem uma mente bem fechada, onde acham que qualquer um que possui uma câmera pode ser um fotógrafo, o que não é bem assim, a fotografia necessita sempre de muito estudo.

7. Quais os conselhos que você dá para quem quer ser fotógrafo?
L.H: Antes de tudo: Estude muito. Se é isso que você pretende pro seu futuro isso vai ser sempre essencial, a técnica escrita é sempre ótima pra prática. Depois disso pense em comprar equipamentos, e outros desejos da área. Invista sempre em revistas e livros.

8. Quais são os seus planos para o futuro profissional?
L.H: Pretendo começar a trabalhar esse ano, comprar alguns materiais que ainda necessito, me juntar a algumas pessoas que vão me ensinar mais, acho que vai ser bom pra mim.

Veja agora alguns de seus trabalhos:

Confira mais fotos de seus trabalhos no site.

Gisely Fernandes

Índios

O Tudo que se vê vem destacar fotografias de índios. Seus traços, cores, artes e belezas.

O primeiro fotógrafo em destaque é o repórter-fotográfico Dida Sampaio. Suas fotos foram tiradas em Altamira no Pará. Ele retrata o cotidiano e a cultura local.

O próximo fotógrafo é Wilian Aguiar. Sua experiência foi com os índios Kuikuro, uma das aldeias que se integram no Parque Nacional do Xingu.

As próximas fotos foram tiradas na aldeia indígena Yawalapiti, também no Parque Nacional do Xingu. O fotógrafo Ueslei Marcelino permaneceu alguns dias na tribo, retratando as mais belas imagens…

Veja mais fotos no site Toca da Raposa.

Gisely Fernandes

We Heart It

O We Heart It é uma rede social e é tido como fonte inspiradora para quem se interessa por fotografia, o site permite favoritar imagens e vídeos maravilhosos em seu perfil e compartilhar com seus seguidores. A proposta é meio parecida com a do Twitter, onde você pode seguir seus perfis favoritos e ter acesso aos compartilhamentos dos mesmos.

Image

O site disponibiliza uma ferramenta em forma de coração que é acoplada à interface do Google Chrome, onde você pode compartilhar imagens via Tumblr, Twitter, Facebook, Lookbook.nu, entre outros.

Image

Algumas imagens do We Heart It:

Gláucia Moreira

Loucos por Fotografias

A fotografia é uma paixão e aqueles que amam não medem esforços pra declarar isso.
Há diversas formas de expressar esse sentimento, entre elas, a tatuagem.
Os‘Loucos por Fotografias’ exibem seus desenhos em várias partes do corpo, das mais discretas às mais exageradas.

Tatoo

foto tatoo

A dor na hora de fazer a tatuagem nem é lembrada tamanha é a satisfação.

Confira outras fotografias curtindo Tudo que se vê no Facebook.

Jéssica de Almeida